15 3244 8200

Notícias

  • IBM e Nasa se aliam para aplicar IA ao estudo do clima

    A empresa americana IBM e a Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, firmaram na última quarta-feira (1º) um acordo de colaboração para usar inteligência artificial na investigação de impactos causados pelas mudanças climáticas. É basicamente o esforço para criar uma[…]

  • Aprenda a gostar do seu corpo maduro

    Aprenda a gostar do seu corpo maduro As mulheres atraentes não são as mais magras, ou que se submeteram a procedimentos estéticos, e sim as que se sentem confortáveis consigo mesmas Nas duas últimas colunas, falei da importância de uma alimentação equilibrada para evitar doenças crônicas e[…]

  • Dodôs, mamutes e outras ressurreições

    No começo desta semana, um colega (que há de permanecer anônimo) jogou no meu colo uma situação daquelas que a juventude de hoje costuma designar como "rolê aleatório": ser entrevistado ao vivo por um programa de TV indiano (?!) sobre[…]

  • Cometa 'verde' ficará mais visível a partir deste sábado; saiba como ver

    A passagem do cometa C/2022 E3 (ZTF) poderá ser acompanhada a partir deste fim de semana no Brasil. Com as condições favoráveis e algumas técnicas, será possível até enxergar o corpo celeste a olho nu, embora seu brilho esteja no[…]

  • Aplicativo gratuito ensina a identificar dor em cães e gatos

    Donos de cães e gatos agora têm uma ferramenta para avaliar a dor sentida por seus bichos de estimação. Criado por um grupo de pesquisadores da Unesp (Universidade Estadual Paulista), o aplicativo ?disponível online, de forma gratuita e em português?[…]

  • Butantan entrega 1,8 milhão de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde para vacinação de crianças no país

    Butantan entrega 1,8 milhão de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde para vacinação de crianças no país Entrega foi realizada nesta sexta-feira (3). Ao todo, Instituto já forneceu 4,5 milhões de doses ao Plano Nacional de Imunizações desde que a Anvisa aprovou o uso de CoronaVac no público de 3 e 4 anos, em julho de 2022.Caminhão[…]

  • As formigas que conseguem 'cheirar' o câncer

    Graças ao sistema olfativo bastante sensível, as formigas vão poder ser usadas um dia para ajudar a detectar câncer em humanos, sugere um novo estudo.Leia mais (02/03/2023 - 09h29)

  • 2,3 milhões abandonaram curso superior em 2021

    Uma preocupação constante das Instituições de Educação Superior (IES) é a desistência no meio do curso por seus estudantes, o que é tecnicamente denominado de "evasão". Além de representar perdas nos âmbitos social, acadêmico e econômico, ela significa também um[…]

  • Podcast discute futuro da Lua para turismo milionário e sob disputa de potências

    Para que serve a Lua? A resposta do astrofísico Joseph Silk, 80, é simples e bem utilitária. A Lua serve como plataforma para a futura instalação de imensos telescópios que permitirão identificar estrelas e planetas localizados a muitos milhões de[…]

  • Por que o sobrepeso na meia-idade afeta seu futuro

    Por que o sobrepeso na meia-idade afeta seu futuro Risco de se tornar um idoso frágil duas décadas depois pode até dobrar Na coluna passada, citei duas pesquisas sobre a relação entre um padrão alimentar saudável e a diminuição do risco de morte prematura. Hoje, avanço na questão abordando[…]

  • Astrônomos documentam supernova 'fracassada' na Via Láctea

    As supernovas nem sempre são supernovas. As explosões, que marcam a morte de uma estrela, costumam ser espetacularmente energéticas. Mas, de vez em quando, são um fracasso completo.Leia mais (02/01/2023 - 22h19)

  • Desastre do ônibus espacial Columbia poderia ter sido evitado

    Há 20 anos, negligência de um dano resultou na desintegração do ônibus espacial Columbia, da Nasa, durante seu retorno à Terra. Os sete tripulantes morreram.Leia mais (02/01/2023 - 20h54)

  • Fóssil de peixe de 319 milhões de anos tem cérebro preservado

    Um estudo liderado por um pesquisador brasileiro encontrou um cérebro preservado em um peixe fóssil que viveu há 319 milhões de anos (período Carbonífero), onde hoje é a Inglaterra.Leia mais (02/01/2023 - 13h00)

  • Como os jumentos mudaram o curso da história humana

    Eles são mais conhecidos pela sua notável capacidade de carregar cargas pesadas e pelo seu comportamento tenaz -quase estoico- com relação ao trabalho.Leia mais (02/01/2023 - 08h49)

  • Você consegue decifrar bem a linguagem dos macacos?

    Um chimpanzé coloca o braço na frente do macaco vizinho em um vídeo divulgado por pesquisadores. Ele está exibindo seus músculos ou pedindo uma coçada amigável? Se você disse que ele quer ser coçado, parabéns: você entende "macaquês".Leia mais (02/01/2023[…]

Profissionais dão dicas para quem não está acostumado a fazer atividades físicas com frequência.

saudeAtividades físicas, mesmo que de baixa intensidade, ajudam a manter o corpo saudável. Quem não tem tempo - ou dinheiro - para ir à  academia, pode inserir na rotina hábitos simples e que contribuem para a saúde e bem estar.

Quem não está acostumado a fazer exercícios deve inserir pelo menos 30 minutos de caminhada, três vezes por semana, à rotina. Em três semanas, segundo o professor de Educação Física com especialização em personal trainer e fisiologia do exercício, Jorge Matheus, já é possível ver resultados. "Esse é o tempo em que o organismo, fisiologicamente, já começa a dar respostas. Qualquer pessoa sedentária que não está acostumada e começa a fazer as atividades já sente os benefícios".

O personal atenta ainda para a necessidade de fazer outras atividades que auxiliam na manutenção da forma física. "A bicicleta é uma atividade física aeróbica, que só faz bem. Precisamos usar mais a estrutura que as cidades (de praia) oferecem. Quem tiver tempo pode jogar frescobol ou ainda uma partida de vôlei na praia com os amigos. É preciso colocar esse tipo de atividade na rotina".

Jorge Matheus reafirma a necessidade de ser ativo, não só na hora de realizar exercícios físicos. "É tudo uma questão de mudar os hábitos. Se for em algum andar mais baixo, evitar o elevador e subir ou descer de escada. Evitar ir de carro à padaria ou lugares próximos de casa. A longo prazo, isso faz uma grande diferença".

Postura

Principalmente quem não está acostumado a 'se mexer' deve tomar cuidado para evitar dores ou lesões. O educador físico Moises Marinho, coordenador técnico da rede Fórmula Academia, na Capital, reforça que é preciso manter a postura não só nas atividades físicas, mas também no dia a dia, como nos afazeres domésticos e trabalho.

"A longo prazo, algumas atividades podem fazer mal para a postura. É difícil manter a postura correta, mas a pessoa deve tentar mantê-la ao máximo. Na hora de agachar para pegar objetos no chão, por exemplo, o ideal é flexionar os joelhos na hora, mantendo a estabilidade do tronco", afirma o profissional.

Já o gasto calórico com atividades domésticas, como lavar e passar roupas, Marinho afirma que é pequeno. "Varia de acordo com a pessoa, mas quanto maior o volume e a intensidade da atividade, maior é o gasto energético. Nos afazeres de casa não temos uma queima tão expressiva". Uma pessoa de 60 kg, por exemplo, gasta em média 60 calorias ao passar roupas por 30 minutos.

Marinho reforça ainda que é preciso ficar atento para a queda e projeção dos ombros depois de um longo tempo sentado ou fazendo alguma atividade. "Isso ocorre pelo cansaço da musculatura dorsal. Nesse momento, uma pausa deverá ser considerada, pois muito tempo nessa posição poderá causar compressão excessiva das vértebras torácicas e cervicais", explica.

O alongamento também deve ser inserido nas atividades do cotidiano. Ele explica que muitas das posições e rotações do tronco exigem maior flexibilidade e elasticidade dos tendões. "A falta pode acarretar em tendinite e lesão do tecido do tendão, que leva mais tempo para se regenerar que o tecido muscular".

Newsletter

Contato

mapRua Quintino Bocaiuva,154 | Centro - Piedade-SP

map15 3244 8200