15 3244 8200

Notícias

  • Populações de insetos no Brasil sofrem declínio significativo, aponta análise

    Uma análise de dezenas de estudos de longo prazo sobre as espécies de insetos do Brasil indica que elas estão sofrendo declínios significativos, a exemplo do que se vê em vários outros lugares do planeta. Muitos insetos, de borboletas a[…]

  • Nasa fará nova tentativa de lançar missão Artemis 1 à Lua

    A Nasa anunciou nesta sexta-feira (30) que fará em novembro uma nova tentativa de lançar seu megafoguete SLS (Space Launch System) com a cápsula Orion, destinada a levar humanos de volta à Lua. Porém, não mencionou uma data precisa para[…]

  • Eleitor, leu antes de votar?

    A leitura e comparação de Programas de Governo, ainda mais em campanhas presidenciais, deveria ser tarefa importante para todo cidadão interessado em um voto consciente e informado. E, depois de eleito, o novo governo deveria ser cobrado por toda a[…]

  • Nasa e SpaceX estudam prolongar vida útil do telescópio Hubble

    A Nasa e a SpaceX decidiram estudar a viabilidade de outorgar à empresa de Elon Musk um contrato para impulsionar o telescópio espacial Hubble a uma órbita mais alta, com o objetivo de estender sua vida útil, disse nesta quinta-feira[…]

  • Novas imagens da colisão com asteroide mostram impacto 'muito maior que o esperado'

    Os telescópios James Webb e Hubble revelaram nesta quinta-feira (29) suas primeiras imagens da espaçonave Dart, da Nasa, colidindo com um asteroide. Astrônomos indicaram que o impacto aparenta ser muito maior que o esperado.Leia mais (09/29/2022 - 20h50)

  • O relógio das paisagens cai do céu

    Esperar que a resposta caia do céu não é uma recomendação que combine com ciência. Porém, quando se trata de calcular a idade de paisagens, o que cai do céu, mais do que recomendável, é indispensável. Estou me referindo aos[…]

  • Câncer: por que a comunicação entre médico e paciente é fundamental

    Câncer: por que a comunicação entre médico e paciente é fundamental Tema foi destaque do II Congresso Luso-Brasileiro de Psico-oncologia, que reuniu especialistas dos dois países Um dos destaques do II Congresso Luso-Brasileiro de Psico-oncologia, realizado virtualmente nos dias 23 e 24, foi a comunicação entre médico e paciente. Coube ao[…]

  • Decomposição de madeira por cupins tende a aumentar com o aquecimento global

    Estudo internacional publicado na revista Science revelou que cupins desempenham um papel essencial na reciclagem da madeira em ecossistemas naturais. Sem a sua existência, vários biomas no mundo teriam acumulado uma grande pilha de matéria orgânica morta. Esses insetos são[…]

  • Fósseis de peixes achados na China esclarecem evolução do ser humano

    Fósseis de peixes de 440 milhões de anos, descobertos na China, permitem "preencher algumas das principais lacunas" com relação a como os peixes evoluíram até a espécie humana, anunciaram pesquisadores nesta quarta-feira (28).Leia mais (09/28/2022 - 22h50)

  • Festival da Matemática começa nesta quinta (29), para divertir e encantar

    Anos atrás, um de meus alunos de doutorado no IMPA me confessou que quando ia à praia levava um livro para estudar, mas sempre com capa: "Se virem que estou lendo matemática, ninguém fala comigo? e eu quero arrumar namorada!".Leia[…]

  • Fraturas de quadril vão dobrar até 2050

    Fraturas de quadril vão dobrar até 2050 Pesquisadores alertam que é preciso investir na prevenção e que uma proporção maior de homens será afetada pelo problema A fratura de quadril caminha para se tornar uma severa questão de saúde pública global à medida que a população envelhece[…]

  • Nave da Nasa colide com asteroide em missão inédita; veja

    A sonda Dart (sigla inglesa para Teste de Redirecionamento de Asteroide Duplo) se tornou nesta segunda-feira (26) o primeiro artefato a impactar contra um objeto espacial com o objetivo deliberado de alterar sua órbita. A colisão ocorreu às 20h14 (de[…]

  • AO VIVO: Sonda Dart, da Nasa, bate em asteroide para desviá-lo

    A espaçonave Dart (sigla inglesa para Teste de Redirecionamento de Asteroide Duplo), da Nasa, fará nesta segunda-feira (26) uma colisão com o asteroide Dimorfo, de aproximadamente 160 metros. Ele, por sua vez, orbita outro asteroide, Dídimo, de 780 metros. É[…]

  • Para paleontólogo argentino, faltam dados para explicar origem de superdinossauros

    O paleontólogo argentino Diego Pol já batizou dezenas de espécies de dinossauros e outros monstros pré-históricos, entre os quais se agiganta um dos principais candidatos a maior animal terrestre de todos os tempos. O Patagotitan mayorum pode ter alcançado quase[…]

  • Nasa adia de novo lançamento da missão Artemis 1

    O jogo da Nasa contra as probabilidades para evitar um grande adiamento do lançamento da missão Artemis 1 está muito perto de ter o efeito contrário. A agência espacial americana já teve de adiar uma potencial tentativa marcada para terça-feira[…]

Profissionais dão dicas para quem não está acostumado a fazer atividades físicas com frequência.

saudeAtividades físicas, mesmo que de baixa intensidade, ajudam a manter o corpo saudável. Quem não tem tempo - ou dinheiro - para ir à  academia, pode inserir na rotina hábitos simples e que contribuem para a saúde e bem estar.

Quem não está acostumado a fazer exercícios deve inserir pelo menos 30 minutos de caminhada, três vezes por semana, à rotina. Em três semanas, segundo o professor de Educação Física com especialização em personal trainer e fisiologia do exercício, Jorge Matheus, já é possível ver resultados. "Esse é o tempo em que o organismo, fisiologicamente, já começa a dar respostas. Qualquer pessoa sedentária que não está acostumada e começa a fazer as atividades já sente os benefícios".

O personal atenta ainda para a necessidade de fazer outras atividades que auxiliam na manutenção da forma física. "A bicicleta é uma atividade física aeróbica, que só faz bem. Precisamos usar mais a estrutura que as cidades (de praia) oferecem. Quem tiver tempo pode jogar frescobol ou ainda uma partida de vôlei na praia com os amigos. É preciso colocar esse tipo de atividade na rotina".

Jorge Matheus reafirma a necessidade de ser ativo, não só na hora de realizar exercícios físicos. "É tudo uma questão de mudar os hábitos. Se for em algum andar mais baixo, evitar o elevador e subir ou descer de escada. Evitar ir de carro à padaria ou lugares próximos de casa. A longo prazo, isso faz uma grande diferença".

Postura

Principalmente quem não está acostumado a 'se mexer' deve tomar cuidado para evitar dores ou lesões. O educador físico Moises Marinho, coordenador técnico da rede Fórmula Academia, na Capital, reforça que é preciso manter a postura não só nas atividades físicas, mas também no dia a dia, como nos afazeres domésticos e trabalho.

"A longo prazo, algumas atividades podem fazer mal para a postura. É difícil manter a postura correta, mas a pessoa deve tentar mantê-la ao máximo. Na hora de agachar para pegar objetos no chão, por exemplo, o ideal é flexionar os joelhos na hora, mantendo a estabilidade do tronco", afirma o profissional.

Já o gasto calórico com atividades domésticas, como lavar e passar roupas, Marinho afirma que é pequeno. "Varia de acordo com a pessoa, mas quanto maior o volume e a intensidade da atividade, maior é o gasto energético. Nos afazeres de casa não temos uma queima tão expressiva". Uma pessoa de 60 kg, por exemplo, gasta em média 60 calorias ao passar roupas por 30 minutos.

Marinho reforça ainda que é preciso ficar atento para a queda e projeção dos ombros depois de um longo tempo sentado ou fazendo alguma atividade. "Isso ocorre pelo cansaço da musculatura dorsal. Nesse momento, uma pausa deverá ser considerada, pois muito tempo nessa posição poderá causar compressão excessiva das vértebras torácicas e cervicais", explica.

O alongamento também deve ser inserido nas atividades do cotidiano. Ele explica que muitas das posições e rotações do tronco exigem maior flexibilidade e elasticidade dos tendões. "A falta pode acarretar em tendinite e lesão do tecido do tendão, que leva mais tempo para se regenerar que o tecido muscular".

Newsletter

Contato

mapRua Quintino Bocaiuva,154 | Centro - Piedade-SP

map15 3244 8200